Chegada dos primeiros Missionários Vocacionistas no Brasil

Solicitado pelo Arcebispo Primaz do Brasil, Dom Augusto pede pessoalmente ao Padre Justino sacerdotes para a sua grande Arquidiocese que correspondia a quase metade do estado da Bahia. O Pe. Justino depois de ter orado e pedido a todos que orassem e após a audiência particular de fevereiro com o Santo Padre o Papa Pio XII, recebeu a Bênção Apostólica e o incentivo para a vinda missionária (em especial para a Arquidiocese de Salvador da Bahia), assemelhando-se aos Apóstolos que confiando na Palavra do Mestre, “lançaram as redes”. Ao meio-dia de treze de maio, desembarcaram em Salvador os religiosos: Pe. Ugo Fraraccio, Pe. Franco Torromacco, e Irmão Giuseppe Prisco. Lá foram recebidos em nome do Arcebispo da Bahia que se encontrava na Itália para o Ano Santo, por Mons. Amílcar Marques. Foram hóspedes do Seminário Central Sta. Teresa na Rua do Sodré até a chegada do Arcebispo que se deu em fins de junho. O campo reservado aos nossos pelo Exmo. Sr. Arcebispo da Bahia, era o Bairro da Liberdade com os anexos Peru e São Caetano até Pirajá, sendo assistido outros campos como ilha de Itaparica, recôncavo baiano e o sertão baiano. Hoje completando 71 anos de presença no Brasil, estamos presentes nos estados: Os Religiosos na Bahia (Salvador, Vitória da Conquista, Riachão do Jacuípe, Itambé), Sergipe (Campo do Brito), Rio de Janeiro, as irmãs Vocacionistas estão presente em Ilha de Itaparica-BA, São Paulo – SP, Rio de Janeiro-RJ, Ouro fino-MG. Se encontra no Brasil o Instituto Secular Apóstolas Vocacionistas da Santificação Universal.

Texto: adaptado Brasil Vocacionista 25 e 60 anos Vocacionista

Link permanente para este artigo: http://vocacionistas.org.br/portal/?p=3376